Anunciar

Estocolmo Segunda, 02 de Julho de 2018

Compartilhe

Kladdkaka: o brownie da Suécia

Estocolmo

Romântica. Moderna. Vibrante.

Chef Bruno Monteiro

Romântica, moderna e vibrante, Estocolmo é uma cidade fácil de ser percorrida a pé ou usando seu eficiente sistema de transporte público. É também cheia de paisagens lindas por ser cercada de água por todos os lados ao longo das suas 14 ilhas, ligadas por 57 pontes. A capital da Suécia combina atrações contemporâneas e charme histórico. Comece sua estadia em Estocolmo com visitas a dois Patrimônios Mundiais da Unesco: o Palácio Real de Drottningholm, a residência da Família Real, e o cemitério Parque Skogskyrkogården.

Passeie pelas ruas de paralelepípedo do centro histórico e atravesse as pontes pitorescas que cruzam os canais da cidade. O Skansen, que data do século 19, foi o primeiro museu ao ar livre do mundo, e essencial para conhecer a história sueca. Vale a pena também conhecer o Vasa, o museu de uma atração só. Dentro dele esta o único navio de guerra do século 17 existente no mundo.

Preservado e ornamentado com centenas de esculturas talhadas, o Vasa é um tesouro artístico único e uma das maiores atrações turísticas do mundo. Nos últimos tempos, a Suécia vem se destacando por ser uma cidade vanguardista que exporta streetstyle para o mundo todo.

Pães, peixes e bolos

A culinária da Suécia baseia-se nas carnes e laticínios, peixe, bagas silvestres, como o mirtilo e o arando-vermelho, com as quais se fazem compotas que, muitas vezes acompanham a comida. As batatas são o acompanhamento normal da comida sueca, cozidas ou em puré, embora também se usem outros vegetais como pepinos, frescos ou em picles. Na Suécia come-se uma grande variedade de pães, desde os macios aos crocantes, principalmente de centeio, mas também de trigo ou da sua variedade selvagem: a espelta. No norte do país, é consumida a carne de rena; e no sul, há maior utilização de legumes e verduras. Os peixes mais consumidos são o bacalhau, a sarda, o arenque e o salmão. Uma especialidade da Suécia é o smörgåsbord, um bufê reunindo variadas iguarias. Também são muito apreciados os bolos, como o kladdkaka, uma espécie de brownie americano. Denso e pegajoso é frequentemente acompanhado de creme de natas batidas.

Smaklig måltid

Frantzen

Situado na cidade velha, esse pequeno e aconchegante restaurante tem pouquíssimas mesas. É possível ver o chef e a sua equipe trabalhando. A comida alta gastronomia é maravilhosa e o menu do chef e sua sugestão de vinhos são realmente sempre especiais. A dica é experimentar as Vieiras do Chef.

Lilla Nygatan 21. Estocolmo 11128. Suécia.

Lisa Elmqvist

Essa delicatessen fica no interior do Mercado Saluhall, no centro da cidade. A arquitetura de feira é belíssima. Cheio de delícias locais, a sopa de peixe e a enguia defumada se destacam. Bons para acompanhar com cerveja. Os doces, além de bonitos, são muito saborosos, principalmente o de morango e o de caramelo.

Ostermalms Saluhall. Estocolmo 11439. Suécia

Kladdkaka

Chef Bruno Monteiro

Ingredientes

135g de manteiga com sal

55g de cacau em pó (usei chocolate negro com 70% de cacau)

350g de açúcar (usei apenas 200g de açúcar amarelo)

1 colher de chá de extrato de baunilha

110g de farinha sem fermento

3 ovos

Açúcar em pó q.b.

Preparo

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre com papel vegetal o fundo de uma forma de aro amovível de 20 centímetros de diâmetro. Unte toda a forma com manteiga e polvilhe com farinha. Reserve. Derreta a manteiga em lume baixo e adicione-a aos restantes ingredientes. Bata durante alguns segundos até que todos os ingredientes estejam bem ligados. Verta a mistura na forma e leve ao forno por 25 minutos. O bolo deve estar cozido na extremidade, mas meio cru no centro. Deixe o bolo arrefecer na forma durante 20 minutos. Retire da forma, polvilhe com açúcar em pó e sirva ainda morno.


Compartilhe




Anunciar

© 2013. Todos os direitos reservados.

Design: