Anunciar

Café Descafeinado. Terça, 10 de Julho de 2018

Compartilhe

A cafeína é classificada como um alcaloide designado quimicamente como “1,3,7 trimetilxantina” e considerado um estimulante natural que influencia a dopamina da mesma forma que as anfetaminas e a cocaína. Causa um leve vício e mantém o cérebro em ritmo acelerado.

A procura por tipos de café descafeinados está cada vez mais disseminada entre as pessoas e apreciadores que procuram por uma bebida que não os deixem tão estimulados.

Mas como é o processo de descafeinização do café?

Antigamente utilizavam Cloreto de Metileno – CH2Cl2, que sendo um liquido incolor e volátil,  dissolvia muito pouco os outros componentes do café mantendo íntegras quase que todas as  suas propriedades.

Esse processo foi desenvolvido em 1903, pelo Químico Alemão Ludwig Roselius, que conseguia retirar praticamente toda a cafeína do grão, mas o Cloreto de Metileno foi apontado como uma substância cancerígena. Os grãos ficavam com resíduos nocivos, mesmo depois de aquecidos e varridos com vapor para retirá-los.

Outros métodos de descafeinização foram desenvolvidos com o objetivo de solucionar o problema do uso de Cloreto de Metileno.

O método com Solvente Orgânico teve muito sucesso, pois a cafeína é hidrossolúvel (solvente em água). No procedimento a cafeína é separada com água quente e depois separada da água com solvente orgânico. A água sem cafeína é colocada em contato com os grãos novamente e passam por um processo de secagem, tentando manter todos os sabores e características do café original. O solvente não entra em contato com o grão.

Outro método utilizado é o chamado de Supercrítico, ondea cafeína é extraída e transformada em gás carbônico e colocado em estado físico supercrítico (o gás fica muito denso, mas ainda não líquido). A retirada da cafeína com esse método tem resultado muito bom. Porém tem um custo alto.

Um outro processo existente é o Natural de Lavagem com água quente saturada. A solução é com compostos químicos do próprio café, sem a cafeína. Sendo assim, somente a cafeína é dissolvida na água e retirada em seguida. Não existe contato do café com solventes nocivos à saúde. O café fica na água e depois é passado por um filtro de carvão. A água é devolvida aos grãos, que reabsorvem as moléculas de sabor.

Mas você sabe quais são os benefícios de tomar café descafeinado ?

O café previne doenças e melhora a saúde tais como:

-Melhora a circulação sanguínea e previne coágulos.

-Mantém o colesterol em níveis saudáveis.

-Previne o envelhecimento das células e gera energia para o corpo e cérebro

-Auxilia na prevenção de doenças degenerativas como Alzheimer e Parkinson.

-Ajuda na prevenção de doenças reumáticas

-Reduz o risco de desenvolver diabetes.

-Mantém o bom humor e o prazer social e relacionamentos afetivos.

 

O café descafeinado pode ser encontrado facilmente em cápsulas, tanto original Nespresso ou compatíveis ( Café Orfeu, Pessegueiro, 3 Corações, Illy ).

Recomendo tomar em doses curtas para se aproximar em sabores, aromas e acidez do café normal cafeinado.

 


Compartilhe




Anunciar

© 2013. Todos os direitos reservados.

Design: