Anunciar

Chef Decor Campinas Sexta, 20 de Outubro de 2017

Compartilhe

O projeto agora é na cozinha!

Eles passam a maior parte do tempo debruçados sobre plantas baixas, ajustando parâmetros no AutoCAD, desenhando nas pranchetas ou saindo do escritório para acompanhar canteiros de obras. Mas o que os clientes talvez não saibam é que essa turma tem uma outra forma de, literalmente, botar as mãos na massa: cozinhando! Cinco arquitetos e designers de interiores de Campinas toparam o desafio de por esses dotes culinários à prova e participar da competição que vai eleger o Chef Decor Campinas 2017! 

O evento, que começa no próximo dia 23, vai julgar, em cinco jantares promovidos até o final de novembro, os três melhores cozinheiros desse meio.  Os candidatos foram indicados por seus próprios pares de profissão, em uma pesquisa informal que envolveu cerca de 100 pessoas, realizada pela Prosa Branding Agency, agência que idealizou e organiza o Chef Decor.

Os indicados

Os indicados são Letícia Telles, arquiteta; Fernando Consoni, arquiteto; Marcos Xavier, arquiteto; Roseana Monteiro, arquiteta e designer de interiores; e Michel Lebedka, designer de interiores.

A cada etapa, um deles deverá preparar um menu completo composto de entrada, prato principal e sobremesa, para degustação do júri e de um pequeno grupo de convidados. 

Cada jantar, um por semana, será realizado numa das lojas do setor (mobiliário, armários planejados, utensílios de cozinha e decoração) que serão as anfitriãs do Chef Decor. São elas Ornare, Todeschini, Lovato Marcenaria, Elettromec e Romanzza. Os jantares das provas serão exclusivos para convidados.

E sim, os arquitetos e os designers vão ter que suar e trabalhar de verdade no preparo. Haverá auxiliares encarregados do mise en place, porque, afinal de contas, eles não estão habituados a manusear as facas como ninjas das cebolas. Os ingredientes estarão a postos para a receita. Também poderão levar um sous-chef à sua escolha, desde que não seja um profissional de cozinha. Apesar da ajuda, o ritmo será puxado: os candidatos terão que cumprir várias normas, que envolvem tempo limite - das 20h às 22h tudo deverá ter sido servido - e aparência dos pratos.

 O júri

E tem mais profissionalismo nessa competição! Os menus serão submetidos, ao longo da próxima semana, à prévia aprovação do chef Emerson Donadon, consultor técnico e um dos jurados do evento. 

"A avaliação é necessária para que a organização possa consultar a disponibilidade dos produtos e tenha tempo para providenciá-los, em função da sazonalidade e facilidade, ou não, de acesso no mercado local", explica o publicitário Lenine Faria, da Prosa Branding, responsável pela coordenação do Chef Decor. 

Farão parte do júri fixo o designer de interiores, artista plástico, ilustrador e estilista Luís Roberto de Castro Rios, vice-presidente da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD) de Campinas, e Rosa Jannini, gourmet e organizadora de confrarias gastronômicas locais. 

Em todo jantar haverá ainda um jurado convidado, entre jornalistas e influenciadores da mídia regional. Suas notas, no entanto, terão peso menor que as do júri fixo. "Consideramos que dessa forma será mais justo, em função da variabilidade de critérios e gostos pessoais dos convidados, que não terão a oportunidade de degustar os menus de todos os candidatos para compará-los", justifica Lenine Faria.

Também meterão a colher nessa cumbuca os seguidores das redes sociais do Chef Decor. A organização divulgará receitas completinhas para quem quiser arriscar reproduzi-las em casa, e todos poderão escolher nas páginas as que mais agradarem. O peso da votação on-line, claro, será igualmente menor, já que o público só poderá imaginar o gostinho do menu preparado na hora pelos candidatos.

Todos os pratos dos cinco menus serão harmonizados com vinhos selecionados por sommeliers da Adega Abadesco, de Campinas, que fornecerá os rótulos para o evento.

A paixão pela comida

Letícia Telles, de ascendência italiana, comenta que sempre gostou de cozinhar e tem várias memórias afetivas da avó a alimentar essa paixão. "Eu me encontro na cozinha, amo. Lembro da minha avó contando a história da polenta; durante a guerra, na Itália, não havia carne, quando muito um pedaço de linguiça que não dava para todos os filhos. A mãe então cozinhava o fubá e picava aquela linguiça em pedacinhos bem pequenos, jogava no meio da polenta, e as crianças iam comendo para encontrar".

Outro que foi criado entre panelas é Fernando Consoni. "Lembro da minha avó cozinhando e vendo o programa da Ofélia, olha que coisa mais antiga!", diverte-se. Aliás, a gastronomia para ele é uma grande diversão. "Estou sempre preparando algo para os amigos, adoro todos lá à minha volta na cozinha".

Marcos Xavier costuma cozinhar para a família, mas, modesto, diz não saber bem de onde veio sua fama de chef. "Eu gosto de comer bem, e faço com prazer quando tenho tempo. Adoro preparar um lombo de bacalhau fresco no forno, daqueles que ficam soltando lascas e com as pontinhas douradas", fala.

O caldo cultural de Michel Lebedka promete se fazer presente na competição. Descendente de russos, com mãe goiana, ele planeja algo que funda as suas influências para deliciar o júri. E diz que a culinária russa oferece pratos que combinam perfeitamente com o Brasil. "Borscht, uma sopa russa de beterraba, servida fria, tem tudo a ver com o nosso clima", avalia.

Roseana Monteiro tanto ama cozinhar quanto ler e estudar sobre culinária. "Me interesso muito pela gastronomia de vários lugares do mundo, me fascina". Essa paixão ela passou ao filho que acabou virando chef profissional. "Acho que de tanto me ver ele aprendeu a gostar também. Fiquei animada por poder ter um sous-chef e já ia chamá-lo, mas aí me disseram que não podia ser um profissional, que pena!", brinca. 

Ao vencedor, as panelas

A final do Chef Decor, para anúncio do grande vencedor, será no dia 27 de novembro. As joias da gastronomia que atendem pelo nome Le Creuset estarão entre os troféus para o primeiro e o segundo lugares, além de cursos no Instituto Franco-Brasileiro de Gastronomia (IFBG). O terceiro, quarto e quinto colocados ganham workshops no IFBG.

Calendário das provas

23 de outurbro - Roseana Monteiro na Todeschini

30 de outubro - Letícia Telles na Ornare

7 e novembro - Fernando Consoni na Romanzza

13 de novembro - Michel Lebedka na Lovato Marcenaria

21 de novembro - Marcos Xavier na Elettromec

27 de novembro - Final (anúncio dos vencedores)

 

Fotos: Ricardo Dettmer e Tácito


Compartilhe




Anunciar

© 2013. Todos os direitos reservados.

Design: